Resposta do presidente da Aract/SP, referente ao pedido da resposta sobre o repúdio publicado no site da Aract

Notícia publicada dia 07/02/2018

Aumentar/diminuir o texto:

Primeiramente quero dizer ao Edgard Aguiar, que sei muito bem que ele foi eleito para o conselho deliberativo, porque eu trabalhei para que ele fosse eleito e que o cargo de conselheiro deliberativo tem participação importante nas decisões do fundo de pensão e também é remunerado, portanto justifica a sua luta para poder tomar posse no cargo para que fosse eleito.

Com respeito a minha afirmação de que o Edgard Aguiar não fez perguntas para a advogada do Postalis, quero dizer que não ouvi e como ele disse no seu direito de resposta que está gravado no vídeo, peço-lhe desculpas.

Como explicou a advogada do Postalis, a Previc deveria ter feito a intervenção antes, mas como havia na sua direção alguns diretores ligados a políticos e que eram contra, mas com a mudança de diretores da antiga direção, os novos diretores acharam que seria necessária uma intervenção para salvar o Postalis.

Com respeito à intervenção do Postalis: a Adcap só lutou para que houvesse a intervenção antes da eleição do Sérgio e do Luiz, ambos os diretores da Adcap. O Postalis está sobre intervenção, houve o afastamento da diretoria e não foram empossados os eleitos em 2017.

Agora a Adcap está fazendo de tudo para acabar com a intervenção, voltar à diretoria afastada e dar posse aos eleitos em 2017. Qual é o interesse da Adcap em terminar com a intervenção?  Qual o interesse em voltar à diretoria afastada e que nada fez em nossa defesa? Esta intervenção é para apurar os responsáveis pela má administração do nosso fundo de pensão.

Com respeito ao voto por procuração, quero lhe dizer que realmente o nosso estatuto dá o direito ao associado, desde que seja encaminhado pelo correio para o presidente da comissão eleitoral ou para o presidente da assembleia geral.

Agora a critica que estou fazendo a seu respeito, você recolheu as 80 procurações como foi dito por colegas nossos que participaram da assembleia do dia 17/01/2018 e foi aprovada para dar entrada com a ação contra a intervenção.

Caro Edgard Aguiar, você foi à pessoa que realmente conseguiu dar respaldo para a Adcap entrar com a ação contra a intervenção.De todos os eleitos em 2017, você é o ÚNICO que está lutando para assumir. Você já obteve o certificado do ICSS e recebeu a habilitação da Previc, parabéns para você!

Só que você, como o Luiz deixou transparecer, tem MUITO interesse em estar dentro do Postalis. O Luiz nada fez em nossa defesa, quanto a você, não posso dizer o mesmo, porque nem assumiu.

Edgard, nós temos que dar um voto de confiança para o interventor, porque os nossos companheiros que foram eleitos, NADA FIZERAM, receberam os seus salários, nada denunciaram e hoje quem paga somos nós os 17,92%, por 23,5 anos.

Com respeito ao Postal Saúde, quero dizer ao Edgard, que quando foi criada a comissão para elaborar o estatuto da Postal Saúde, eu não era presidente da Aract/SP e sim o Falcone.  Quando a Faaco convocou uma plenária de emergência em Brasília/DF, eu já estava como  presidente  e  o Juvelino meu vice- presidente. Fomos a Brasília/DF num domingo e a plenária seria realizada na segunda- feira após o café da manhã, terminado o café o presidente da Faaco disse que não  haveria mais a plenária e que só teríamos uma reunião na ECT as 15:00 horas.

Fomos para a ECT e qual foi a surpresa na reunião? A pessoa que iria participar da reunião era o indicado para ser o presidente, e ele ia fazer a leitura do estatuto do Postal Saúde, que foi elaborado com a participação da Faaco. Após a leitura as 19h00min horas, fomos para o auditório da ECT participar da aprovação do estatuto e eleição da diretoria.

Outra surpresa!  Não havia nenhuma entidade sindical, como Adcap, sindicato de Brasília, Maria-maria, Fentect e Findect. Perguntamos por que não havia nenhuma entidade de classe sem serem os aposentados? Responderam que foi publicado nos jornais no dia de sábado. Após a leitura do estatuto, foi colocado em votação onde houve diversas abstenções, eu e a Presidente da Associação do Rio de Janeiro/RJ, nos abstemos! Qual foi a outra surpresa? A Faaco já tinha também indicado o Conselho Fiscal, dois conselheiros e dois suplentes.

Agora você disse que consta no livro de presença a minha assinatura, é lógico, pois para participar da assembleia é necessário assinar o livro de presença, mas quero deixar claro que eu sempre fui contra  esta decisão da Faaco, em apoiar a criação do Postal Saúde.

Para encerrar, quero dizer a você que não concordo com as bajulaçõe ao interventor, da mesma forma que algumas federações fizeram no passado com antigos dirigentes do Postalis, dos quais recebiam patrocínio aos seus eventos, enquanto estes assaltavam os recursos dos participantes. Quero também dizer que você tem seu pensamento, eu tenho o meu e vamos por fim neste debate pois não levará a lugar nenhum.

Aguiar

 



Compartilhe agora com seus amigos