FAACO exige respostas da Postal Saúde referentes as cobranças abusivas do Correios Saúde II

Notícia publicada dia 07/06/2018

Aumentar/diminuir o texto:

Os beneficiários  da Postal Saúde após decisão do TST migraram automaticamente  para o novo Plano chamado de Correios Saúde II. Agora nesse mês os aposentados foram surpreendido com a modificação aplicada no sistema de custeio do Plano:

1 –  passaram a pagar mensalidade mais coparticipação.

2 – Na mensalidade para formação da mesma, está sendo computado; Beneficio do INSS mais Postalis  BD e PostalPrev  e ainda para os beneficiários da lei 8529/92 a inclusão do pagamento feito especificamente pela União. Estes aposentados estão sendo penalizados com uma cobrança que consideramos abusiva já que fere a isonomia com cobrança diferenciada incluindo benefícios que foram incluídos indevidamente. O plano anterior era claro igual para todos. A modificação no TST direcionou apenas para cobrança de mensalidade e migração de pai e mãe para outro plano. A FAACO já enviou carta cobrança a direção da Postal Saúde e aguarda o posicionamento para adotar se necessário medidas judiciais.

Recomendamos que mesmo sendo considerada errada a formação da renda para cobrança, sejam efetuados os pagamentos dos boletos evitando assim maiores problemas. Esse novo sistema está sendo aplicado na mensalidade e na coparticipação.

Clique aqui e leia a cópia da carta enviada a Postal Saúde, nossos escritórios de advocacia acompanham o assunto.



Compartilhe agora com seus amigos