Mensalidade no convênio médico é inaceitável!!!

Notícia publicada dia 09/01/2017

Aumentar/diminuir o texto:

09ECT quer acabar com a maior conquista da categoria e impor uma derrota histórica aos trabalhadores dos Correios e suas lutas, e ameaça até com demissão! A guerra está declarada!

banner_mensalidade_no_convenio_medico_e_inaceitave_07_01_2016

A ECT atropelou o Acordo Coletivo ao apresentar uma proposta na reunião da Comissão Paritária que discute “melhorias” no convênio médico e querer impô-la à categoria. A proposta dela não melhora nada, pelo contrário, acaba com o direito da categoria ao convênio médico. É um ataque sem precedentes aos direitos dos trabalhadores dos Correios!

Ela quer impor cobrança de mensalidade para a categoria e aumentar progressivamente a mensalidade dos pais, até que eles paguem integralmente o convênio e ainda a coparticipação em consultas, exames e outros procedimentos. É inacreditável! (Veja aqui a probosta da empresa). Com os salários que recebem, os menores entre trabalhadores de estatais, os ecetistas não têm a mínima condição de pagar pelo convênio médico.

E sabe para que a ECT quer fazer isso? Para dar dinheiro para o governo pagar juros para os bancos e dar subsídios a empresários e empresas. Não é isso que fizeram com o dinheiro dos Correios nos últimos anos? O próprio Guilherme Campos reconheceu que foram repassados R$ 6 bilhões a mais do que determina a lei. E isso é o que ele reconhece….

Quebrado?

Para se justificar, a direção da empresa alega que não tem condições de arcar com o custo atual do plano, de 2 bilhões por ano. Fala e insiste nisso para convencer o trabalhador de que não tem outro jeito. E ainda ameaça com demissão, com uma história de implantar a dispensa motivada pela situação financeira ruim da ECT.

Mas tem outro jeito!

Hoje todos sabemos que:

-A má gestão é responsável pelas dificuldades econômicas dos Correios. As últimas gestões não investiram, não modernizaram, não atualizaram, sucatearam, deixaram os recursos sumirem por inúmeros ralos e ainda deram o dinheiro da empresa para o governo.

-No convênio médico foi a mesma coisa. Inventaram o Postal Saúde e um monte de cargos com salários exorbitantes. Alugaram imóveis caríssimos. Fizeram um sem número de contratos superfaturados, com valores tão absurdos que agora os conveniados estão aceitando descontos de milhões. Acabaram com os ambulatórios para jogar todo mundo nos conveniados e aumentar os contratos (e os “por fora”).

O sistema de corrupção e desvio de dinheiro montado está mais do que evidente! Tem que ter uma Lava Jato para os Correios e o convênio médico, além do Postalis, que foi vítima do mesmo sistema!

Dá para melhorar!

Quanto a direção da ECT fala num custo de R$ 2 bilhões, está esquecendo de colocar a resolução de todos esses problemas na conta. O custo pode ser muito menor, se as coisas forem feitas de maneira certa, transparente e honesta.

A receita é:

-Voltar a administração do plano para o RH da ECT.

-Usar a estrutura da empresa e não pagar aluguel.

-Reimplantar os ambulatórios na ECT, bem equipados e com especialistas, para atrair a categoria.

-Ser criterioso nos contratos com conveniados, que devem ser fiscalizados pelos trabalhadores e seus Sindicatos para não serem superfaturados.

Se insistir em piorar e acabar com o convênio médico, vai ter guerra!

Não tem conversa. Não podemos aceitar que batam nossa carteira na cara dura. Não vamos deixar que a direção da ECT, o Ministério das Comunicações e o governo Temer nos passem pra trás, nos tratem como moleques bobos, nos deem um tapa na orelha e um chute na bunda e nos mandem andar.

Eles querem virar o trabalhador de cabeça pra baixo, tirar até a última moeda para dar aos bancos e aos empresários. É só ver a proposta de reforma da previdência e trabalhista apresentada pelo governo. Se deixarmos, vão nos levar tudo!

Mas aqui não!

Para nos saquear vão ter que enfrentar guerreiros que têm brio e coragem, que vão à luta, se defendem e conquistam. Que venha a guerra!!!  Já somos a categoria que tem o menor salário entre os trabalhadores de estatais. Não vamos aceitar ganhar menos ainda!

O Sindicato convoca toda a categoria para a luta em defesa do convênio médico. Nos próximos dias serão convocadas assembleias. Participe!!!

Fonte: SINTECT-SP



Compartilhe este artigo:
IMPRIMIR